JADER ASSEGURA RECURSO PARA MARUJADA SER PATRIMÔNIO CULTURAL DO PAÍS

Um dos maiores expoentes do patrimônio bragantino, a Marujada de São Benedito, vai finalmente ser contemplada com o título de Patrimônio Cultural e Artístico do Brasil. Graças à intervenção do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), que destinou uma emenda parlamentar exclusiva para a realização do Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC), os estudos para consagrar o título serão iniciados.

O senador esteve em Bragança em junho, em companhia do ministro do Turismo, Marx Beltrão, e firmou o compromisso de assegurar recursos para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) realizar o inventário. A emenda no valor de R$ 200 mil para concretizar um dos mais antigos sonhos de marujas e marujos de Bragança é destinada exclusivamente para este fim.

“Pela importância histórica e cultural, determinei a indicação de emenda parlamentar que tem por finalidade contribuir para que a Marujada ganhe ainda mais força e espaço no cenário nacional como manifestação e expressão do patrimônio cultural brasileiro”, comemorou o senador. O Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) é um levantamento que identifica, documenta e registra bens culturais brasileiros para subsidiar a elaboração de políticas para sua salvaguarda.

Através da solicitação do senador, foram liberados os recursos para que o ritual do povo bragantino tenha seu inventário e seja reconhecido como importante manifestação cultural brasileira.

RECURSOS

Desde abril de 2001, a Superintendência do Iphan no Estado do Pará luta para conseguir viabilizar a preservação de uma das mais tradicionais e antigas manifestações culturais do país. Mas não havia recurso para a realização do inventário. “Agora o recurso está assegurado. Além da religiosidade, a Marujada representa a valorização da cultura, da história de Bragança. É fundamental que uma manifestação como essa seja preservada, para garantir que as gerações vindouras tenham acesso a essas expressões tão ricas da cultura bragantina”, destacou Jader Barbalho. A Marujada de São Benedito completou 219 anos de existência em setembro. É uma das expressões da cultura e identidade da população bragantina.

Apesar de ser bastante antiga e se expressar como parte da identidade do povo bragantino, até o momento não há um instrumento jurídico nacional para sua preservação. “Ao longo de todos esses anos, a Marujada de São Benedito é preservada pela própria população. Marujos e marujas repassam essa tradição às novas gerações. Por sua importância e pelo amor dos bragantinos a esta importante manifestação artística e cultural, me sinto honrado por poder participar de forma efetiva da realização deste antigo anseio da população”, disse o senador, ao assinar a destinação da emenda para o Iphan.

Jader Barbalho também ressalta a importância da festa de São Benedito para o turismo de Bragança. No mês de dezembro, o fluxo de visitantes de todas as regiões do país é maior em função da Festividade de São Benedito. Nos dias 25 e 26, ocorre o ponto máximo da festividade, que é a procissão que percorre algumas ruas
do município.
(Luiza Mello de Brasília)
#JaderTrabalho
#Marujada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *